Transferência de Cabral para Curitiba foi um erro, diz Pezão

Cabral está preso preventivamente desde o último dia 17, na Operação Calicute, um desdobramento da Lava Jato

Rio – O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), criticou a decisão da Justiça federal de transferir o ex-governador Sérgio Cabral do Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio, para Curitiba, onde estão presos os principais alvos da Operação Lava Jato.

Cabral está preso preventivamente desde o último dia 17, na Operação Calicute, um desdobramento da Lava Jato.

A transferência foi decidida após a Promotoria da Vara de Execuções Penais, da Justiça do Rio, reportar irregularidades nas visitas à Cabral. Para Pezão, a transferência foi um erro, porque não há negligência no sistema penitenciário do Rio.

“Vi um depoimento da juíza da VEP (Vara de Execuções Penais) que dizia que fez vistorias nas prisões, incluindo à noite, e não tinha visto nenhum problema”, disse Pezão.