Temer nomeia seis novos vice-presidentes da Caixa e exonera dois

Mudanças atendem a pedidos do PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSB

Brasília – O presidente Michel Temer nomeou seis novos vice-presidentes da Caixa Econômica Federal e exonerou dois, conforme decretos publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 8.

As mudanças ocorrem seis meses depois de Gilberto Occhi assumir o comando do banco e, segundo o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, antecipou ontem, atendem a pedidos do PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSB.

Deixaram os cargos Joaquim Lima de Oliveira (Tecnologia da Informação) e Paulo José Galli (Governo) e foram nomeados Arno Meyer, José Antonio Eirado Neto, Marcelo Campos Prata, Paulo Henrique Angelo Souza, Roberto Derziê de Sant’anna e Deusdina dos Reis Pereira, esta responsável exclusivamente pela gestão das loterias e dos fundos instituídos pelo governo federal, incluído o FGTS.

Ainda na interinidade, Temer anunciou que barraria o aparelhamento político nas estatais e fundos de pensão. Ele suspendeu as nomeações com o argumento de que só seria nomeado “pessoal com alta qualificação técnica”.

No fim de junho, o presidente sancionou a Lei das Estatais, que estabelece regras mais rígidas para a escolha dos dirigentes das estatais, como dez anos de atuação em cargos de empresas do setor ou quatro anos em companhias similares.