“Sinta-se em casa”, diz Alckmin a Temer no Bandeirantes

No momento em que o PSDB briga por mais espaço no governo federal, Alckmin faz "afago" público no presidente

São Paulo – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), fez um afago público no presidente Michel Temer, no momento em que o PSDB briga por mais espaço no governo federal.

“Sinta-se em casa”, disse Alckmin a Temer, durante evento promovido pelo Grupo Lide no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

O prefeito eleito de São Paulo e fundador do Lide, João Doria (PSDB), também fez um discurso conciliador. “Só a união de todos os brasileiros vai fazer a diferença”, disse Doria.

Temer chegou ao evento acompanhado do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha e do deputado Baleia Rossi, líder do PMDB na Câmara. Também estiveram presentes os ministros Bruno Araújo (Cidades), Mendonça Filho (Educação) e Alexandre de Moraes (Justiça).

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. O apoio ao governo Temer não é de ordem pessoal. E sim em defesa dos interesses nacionais. A prioridade neste momento é garantir a aprovação das reformas para que o país retome o crescimento para gerar emprego e renda, como bem lembrou o governador Geraldo Alckmin.