Secretário quer consórcio de saúde na região metropolitana do RJ

Os consórcios consistem na união entre dois ou mais entes da Federação com a finalidade de prestar serviços e desenvolver ações conjuntas

O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Luiz Antônio Teixeira Jr., defendeu hoje (2) a criação de um consórcio de saúde reunindo os municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Tanguá, Rio Bonito e Silva Jardim, na região metropolitana da capital.

“A criação de um consórcio de saúde nesta região dará mais agilidade e eficiência ao trabalho técnico, além de otimizar os recursos financeiros. A integração é o caminho para que possamos buscar a melhoria dos serviços que oferecemos à população. A gestão de saúde exige união e comprometimento, todos devem conhecer seus deveres e, em momentos de dificuldades, atuar em apoio mútuo”, disse, em nota, o secretário.

Os consórcios consistem na união entre dois ou mais entes da Federação com a finalidade de prestar serviços e desenvolver ações conjuntas para melhorar o acesso à saúde da população.

“As pessoas, quando precisam de atendimento, não querem saber se a unidade de saúde é estadual ou municipal, mas querem ser atendidas de forma digna. Juntos, poderemos fazer mais pelo sistema de saúde do nosso estado”, acrescentou Teixeira Jr.

A criação do consórcio intermunicipal foi uma das sugestões debatidas durante encontro do secretário com gestores de saúde de sete prefeituras, realizado nesta quinta-feira em Niterói.