SC é o estado com melhor desenvolvimento social no país

Estado mantém liderança desde 2004, concentrando a menor desigualdade de renda e a menor pobreza no Brasil; veja lista com todas as UFs

São Paulo — Santa Catarina é o estado com melhor desenvolvimento social no país entre 2004 e 2014, revela um levantamento feito pela consultoria Macroplan com dados do IBGE.

O índice com números mais recentes, de 2015, foi divulgado pelo IBGE apenas no mês passado, então a empresa utilizou os dados disponíveis para fazer o balanço no segundo semestre deste ano.

O estado está na liderança em dois dos três indicadores que compõem o índice de desenvolvimento social: menor desigualdade e menor pobreza.

Embora não seja a unidade da federação com a maior renda per capita, Santa Catarina tem menos disparidades econômicas entre seus cidadãos e, ao mesmo tempo, tem poucas pessoas nas camadas socioeconômicas mais baixas.

Além disso, tem a terceira maior renda domiciliar per capita do país, atrás apenas do Distrito Federal e de São Paulo. Os brasilienses ganham, em média, R$ 2.061, os paulistas ficam na faixa dos R$ 1.346 per capita e os catarinenses recebem R$ 1.339.

Em um cenário em que todos os estados apresentaram melhora entre 2004 e 2014 nos indicadores de desenvolvimento social, Santa Catarina manteve a liderança porque já estava com uma média bem acima dos demais em 2004 e também porque conseguiu aumentar a renda domiciliar da população.

O estado é o terceiro com maior aumento no renda, com crescimento de R$ 513 reais entre 2004 e 2014. Ficou atrás apenas do Distrito Federal e do Mato Grosso do Sul.

Segundo uma das coordenadoras da pesquisa da Macroplan, a consultora Adriana Fontes, o sucesso de Santa Catarina tem relação com o modelo de desenvolvimento econômico implantado no estado. “No estudo, quando se observa o desenvolvimento econômico, percebe-se que lá é mais distribuído, também com maior participação de pequenas empresas, menor taxa de desemprego e menor informalidade”, explica Adriana.

Destaques

Na década, o maior destaque é o estado de Roraima, que avançou 9 posições relativas no índice – saiu do 23º e foi para 14º, em contraposição ao vizinho Amazonas, que perdeu 11 posições no mesmo período, indo de 13º para 24º.

O componente que ajudou a elevar o índice do estado foi a distribuição de renda, já que essa foi uma das unidades da federação que apresentaram o maior crescimento de renda per capita. Tem também a menor população do país, com 514 mil pessoas no estado inteiro.

Um dos maiores destaques, contudo, foi a evolução dos estados do Centro-Oeste, especialmente Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que ocupam a 3ª, 4ª e 5ª posição no ranking geral de desenvolvimento social, respectivamente.

Segundo Adriana, a melhora na região também aconteceu por causa do desempenho no mercado de trabalho. “Há elevada participação no mercado, elevada taxa de ocupação e baixo desemprego”, explica.

Rio e São Paulo

Já São Paulo e Rio de Janeiro, os mais influentes estados do país, despencaram no ranking. Eles foram impactados principalmente pela desigualdade de renda, que evoluiu muito pouco na década.

São Paulo caiu 5 posições, indo do 2º lugar em 2004 para o 7º em 2014. Já o Rio de Janeiro perdeu 7 posições, saindo do 4º para o 11º lugar no mesmo período.

O Rio de Janeiro foi o Estado que teve o menor crescimento no índice: foi de 0,539 para 0,714, seguido por Santa Catarina (de 0,720 para 0,926), que sempre esteve na liderança, e São Paulo (de 0,585 para 0,793).

Veja o ranking de desigualdade social no país e as estatísticas que o compõem (total de pobres, desigualdade de renda e renda per capita):

Desigualdade de renda no Brasil em 2014 por UF

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. ViP Berbigao

    Nos anos q vivi em SC realmente é um mundo a parte do Brasil, e podem se orgulhar pq é fruto do trabalho do povo catarinense. Muito diferente do Distrito Federal q não produz nada e vivem de mamar nas gordas tetas do poder público.

  2. Maria Tovarais

    OK, mande uma penca de retirantes miseráveis para SC (tal como ocorreu com SP) para ver se esse estado continua com indicadores bonitinhos. SP mesmo sendo o estado mais roubado e sendo o que mais recebe gente realmente pobre do Brasil em busca de uma vida melhor, continua tendo o melhor IDH do Brasil.

    1. e que aqui o povo trabalha e vagabundo no sul nao se cria.. entendeu …..
      o povo aqui trabalha e vagabundo aqui nao se cria….entendeu …?

  3. Josimar Cruz

    Orgulho da minha terra. Santa e bela Catarina me enche de orgulho. Deus nos abençoe com um território cheio de belezas naturais, terra fértil, povo empreendedor e trabalhador. Mesmo a federação não devolvendo nossos impostos como deveria, ainda sim conseguimos nos sustentar e viver bem. Eu sou Catarinense de raiz!

  4. Josimar Cruz

    Orgulho de ser Catarinense!