Renan marca nova sessão do Congresso para terça-feira

O presidente do Senado disse que não houve acordo com a Câmara para realização de sessão que analisaria vetos da Dilma e marcou nova sessão

Brasília – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou nesta quarta-feira que não houve acordo com a Câmara para a realização de uma sessão do Congresso Nacional que analisaria vetos da presidente Dilma Rousseff e marcou nova sessão conjunta da Câmara dos Deputados e do Senado para a manhã da próxima terça-feira.

Renan havia convocado sessão do Congresso para apreciar vetos de Dilma, alguns deles a projetos com impacto nas contas públicas.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no entanto, convocou sessão da Câmara para o mesmo horário, inviabilizando a reunião conjunta, em reação à não inclusão na pauta do Congresso do veto de Dilma à proposta que permitia o financiamento empresarial de campanhas eleitorais.