Quantos anos você ainda tem de vida, de acordo com o IBGE

Um jovem de 20 anos que more na região Sudeste viverá ainda 53 anos, em média, mostra pesquisa do IBGE. Só que quanto mais velho ele ficar, maior a chance de passar dos 80

São Paulo – Cada aniversário vivido por um brasileiro aumenta a chance dele de alcançar uma idade avançada, superior à expectativa de vida do país, hoje em 73,7 anos. A conclusão, que pode parecer estranha em um primeiro momento, está na pesquisa Tábuas Abreviadas de Mortalidade, divulgada hoje pelo IBGE.

Uma criança do sexo feminino que nasce na Região Sul do Brasil, por exemplo, deve viver 78,7 anos. Mas é esperado que uma mulher com 60 anos, na mesma região, chegue aos 83 (veja tabela abaixo de anos restantes de vida).

Explica-se: os cálculos do IBGE levam em conta a idade efetiva que as pessoas morrem no país. Cada faixa etária apresenta um risco, maior ou menor, a partir das estatísticas de óbitos. A expectativa de vida considera todos os riscos que uma pessoa nascida hoje vai enfrentar ano a ano para chegar à velhice.

Com o passar do tempo, porém, deixa-se para trás grande parte dessas ameaças. Um homem de 50 anos, por exemplo, ultrapassou a fase dos 15 aos 29, na qual morrem mais pessoas do sexo masculino no Brasil.

Os homens, aliás, perdem para as mulheres, em grande parte, porque estão mais expostos à violência.

“Segundo as Estatísticas do Registro Civil 2010, do total de óbitos registrados, aproximadamente 10,0% desses eram considerados violentos. Do total de óbitos violentos, 83,9% eram provenientes da população masculina e deste total, o grupo de 15 a 29 anos contribuía com 40,3%”, diz o estudo do IBGE.

A tabela abaixo mostra quanto tempo uma pessoa ainda deve viver, a partir da idade que tem hoje, dependendo do sexo e região.

Idade hoje Homens do SUDESTE Mulheres do SUDESTE Homens do SUL Mulheres do SUL Homens do CENTRO-OESTE Mulheres do CENTRO-OESTE
0 71,3 78,3 71,8 78,7 71,3 77,5
1 71,4 78,3 71,7 78,5 71,5 77,7
5 67,6 74,4 67,9 74,7 67,7 73,9
10 62,7 69,5 63 69,7 62,9 69
15 57,8 64,6 58,1 64,8 58 64,1
20 53,2 59,7 53,5 60 53,5 59,3
25 48,7 54,8 49,1 55,1 49,3 54,4
30 44,2 50 44,7 50,3 44,9 49,6
35 39,8 45,2 40,2 45,5 40,5 44,9
40 35,3 40,5 35,7 40,8 36,1 40,2
45 31 35,9 31,4 36,1 31,8 35,5
50 26,9 31,4 27,2 31,6 27,7 31
55 23,1 27,1 23,2 27,2 23,7 26,7
60 19,5 22,9 19,5 23 20 22,6
65 16 19 16 19 16,6 18,6
70 13 15,3 12,9 15,3 13,4 15
75 10,2 12 10,2 12 10,7 11,9
80 8 9,2 7,9 9,1 8,5 9,1
85 6,1 6,8 6,1 6,7 6,7 6,9
90 4,9 5,1 4,9 5,1 5,5 5,4

Idade hoje Homens do NORTE Mulheres do NORTE Homens do NORDESTE Mulheres do NORDESTE
0 68,5 74,9 68 75,9
1 69 75,2 68,7 76,4
5 65,3 71,5 64,9 72,6
10 60,4 66,7 60 67,8
15 55,6 61,8 55,2 62,9
20 51,2 57 50,8 58
25 47,1 52,3 46,7 53,3
30 43 47,6 42,6 48,5
35 38,8 42,9 38,4 43,8
40 34,6 38,3 34,3 39,2
45 30,4 33,8 30,2 34,6
50 26,4 29,5 26,2 30,3
55 22,6 25,3 22,5 26,1
60 19 21,4 19 22,1
65 15,6 17,7 15,7 18,3
70 12,6 14,3 12,7 14,8
75 10,1 11,3 10,1 11,6
80 7,9 8,7 7,9 8,9
85 6,3 6,8 6,1 6,8
90 5,3 5,3 4,8 5,1