Pronunciamento de Temer deve ser às 16h, dizem fontes

O presidente divulgou uma nota na noite de quarta-feira em que confirma o encontro com Joesley Batista mas diz nunca ter tratado de pagamentos a Cunha

Brasília – O presidente Michel Temer fará um pronunciamento na tarde desta quinta-feira, em torno das 16h, para tentar rebater a denúncia de que teria dado aval a Joesley Batista para pagar uma mesada para que o ex-deputado Eduardo Cunha mantivesse silêncio sobre denúncias contra o governo, informou uma fonte palaciana.

O presidente divulgou uma nota na noite de quarta-feira em que confirma o encontro mas diz nunca ter tratado de pagamentos a Cunha com o empresário.

Temer passou a manhã reunido com seus principais auxiliares tentando formatar uma resposta às acusações. A intenção do presidente era falar pela manhã, mas seus aliados avaliaram que seria importante tentar, antes, ter acesso às gravações que os irmãos Batista teriam entregue à Justiça.