PR troca 4 de seus 5 membros titulares na CCJ da Câmara

O partido fez a troca para garantir votos favoráveis ao governo; o único deputado que não foi deslocado foi Édio Lopes (PR-RR)

Brasília – Dos cinco titulares na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o PR trocou quatro membros para garantir votos favoráveis ao governo. O único que não foi deslocado foi Édio Lopes (PR-RR).

Na bancada do PR foi indicado Bilac Pinto (MG) no lugar de Delegado Waldir (GO), que votaria a favor da denúncia.

Furioso com a troca, Waldir compareceu na comissão gritando “bandidos” e acusou o governo de promover barganha.

“Governo corrupto, vai cair. Esse governo é bandido, é covarde”, bradou. A oposição manifestou solidariedade ao deputado.

Jorginho Mello (PR-SC) foi para a suplência e em seu lugar de titular foi colocado Laerte Bessa (PR-DF), outro governista.

A liderança do PR tirou da comissão Paulo Freire (SP) e Marcelo Delaroli (RJ) e colocou como titulares Magda Mofatto (GO) e Milton Monti (MG).