Por enquanto sou ministro da Defesa, diz Jaques Wagner

"Se for efetivado o convite, a gente sempre assume a tarefa. Sou parte deste projeto, o que eu puder ajudar vou continuar ajudando", afirmou

Brasília – Cotado para assumir a Casa Civil, o ministro da Defesa, Jaques Wagner, mostrou disposição para comandar a pasta. Apesar de afirmar que o convite é especulação, o petista disse que pode assumir o cargo, caso haja o convite.

A declaração foi feita nesta quarta-feira, 30, antes de audiência pública na Câmara onde foi chamado para falar da atuação do ministério.

“Eu, por enquanto, sou ministro da Defesa”, disse Wagner, que está há nove meses no posto. Questionado se pode assumir a Casa Civil, Wagner não escondeu sua disposição.

“Se for efetivado o convite, a gente sempre assume a tarefa. Sou parte deste projeto, o que eu puder ajudar vou continuar ajudando”, afirmou.