Polícia Federal prende suspeitos de tráfico de pessoas

As prisões fazem parte da Operação Planeta, cujo objetivo é desarticular uma quadrilha internacional de tráfico de pessoas

Brasília – A Polícia Federal (PF) prendeu, preventivamente, na tarde de hoje (30), em Salvador, dois suspeitos de traficar mulheres para a Europa. As prisões fazem parte da Operação Planeta, cujo objetivo é desarticular uma quadrilha internacional de tráfico de pessoas. O grupo atuava na capital baiana, onde aliciavam mulheres com a promessa de emprego de dançarinas na Espanha.

As mulheres recebiam passagens aéreas, 100 euros para despesas e seguiam para a Europa. Lá, se viam obrigadas a trabalhar como prostitutas e descobriam que haviam contraído uma dívida de 4 mil euros. As jovens eram freqüentemente transferidas para outras casas noturnas, para que não estabelecessem vínculos de amizade suficientes para ajudá-las a escapar. “Essas moças realizavam programas ao custo de 40 euros cada, o que tornava impossível o pagamento da dívida”, informou a assessoria da PF.

A Polícia Federal conta com a cooperação do Cuerpo Nacional de Policia, da Espanha, e continua trabalhando para cumprir um mandado de condução coercitiva e três mandados de busca e apreensão. Na Espanha serão efetuadas prisões e o fechamento de dois estabelecimentos de prostituição, além do resgate das vítimas.

A Operação Planeta teve início a partir de uma denúncia feita pelo telefone 180, disque denúncia da Secretaria de Política para as Mulheres da Presidência da República (SPM). A Embaixada do Brasil em Madrid auxiliou as polícias dos dois países.