Dólar R$ 3,27 -0,54%
Euro R$ 3,65 0,07%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,36% 64.085 pts
Pontos 64.085
Variação 1,36%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -6,09% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 17:20 FONTE

Polícia evacua Salão Verde da Câmara após ameaça de bomba

Por volta das 13h desta segunda-feira (17), a Polícia Legislativa evacuou o Salão Verde da Câmara dos Deputados após uma ameaça de bomba no espaço.

São Paulo – Por volta das 13h desta segunda-feira (17), a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados evacuou o Salão Verde da Câmara dos Deputados após uma ameaça de bomba no espaço. Após uma varredura, o local foi liberado para a imprensa 13 minutos depois. 

De acordo com o diretor do Departamento de Polícia Legislativa (Depol) da Câmara, Paul Deeter, a ameaça foi feita por meio de uma ligação anônima com origem de um telefone público de São Paulo.

“Ameaça sem fundamentos. Já rastreamos a ligação e sabemos de onde foi. Por precaução, para fazermos uma varredura bem feita, optamos por esvaziar o Salão Verde”, disse Deeter, acrescentando que nenhum objeto foi encontrado no local.

Segundo o chefe do Depol da Câmara, esse tipo de ameaça “sem fundamentos” acontece com frequência. Durante a entrevista, ele pediu que a imprensa não transformasse “uma coisa pequena em algo grande”.

Indagado sobre a estratégia da polícia legislativa de fazer uma averiguação em duas etapas, Deeter afirmou que “após a varredura inicial, a Polícia Legislativa decidiu fazer uma varredura mais completa e minuciosa”. 

O presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), estava no prédio, mas não foi visto deixando seu gabinete.