Polícia bloqueia manifestação que seguia para a casa de Doria

A manifestação, organizada pelo Movimento Passe Livre (MPL), era contra o aumento da tarifa do transporte público

A Polícia Militar (PM) impediu que a manifestação contra o aumento da tarifa do transporte público, organizada pelo Movimento Passe Livre (MPL), seguisse até o destino definido pelos manifestantes, que era a porta da casa do prefeito João Doria.

Um bloqueio da PM fez com que o movimento terminasse o ato por volta das 20h30, antes de concluir o trajeto original, de forma pacífica.

Desde as 17h, um grupo de manifestantes se reuniu na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista. Por volta das 19h, eles saíram em passeata, descendo a Avenida Rebouças.

O MPL pretendia pegar a Avenida Brigadeiro Faria Lima, mas foi impedido pela polícia, sendo obrigado a entrar na Avenida Brasil.

No encontro da Avenida Brasil com a Rua Colômbia o protesto foi novamente impedido de prosseguir. Segundo representante do MPL, a polícia “envelopou” os manifestantes, não deixando alternativa para passagem.

Procurada pela Agência Brasil, a assessoria de imprensa a PM não soube informar o motivo do bloqueio.