PMDB define membros da Comissão que analisará impeachment

Em sessão extraordinária, agendada na Câmara dos Deputados às 18h desta segunda-feira, serão definidos os 65 membros que integrarão o colegiado.

São Paulo – Será definida hoje, a comissão especial que analisará o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

PMDB divulgou na tarde desta segunda-feira, ao menos cinco dos oito que poderá indicar. Além do próprio líder do partido, Leonardo Picciani – que se auto indicou – os deputados Hildo Rocha (MA), João Arruda (PR), José Priante (PA) e Washington Reis (RJ) fazem parte dos representantes peemedebistas. 

O Partido dos Trabalhadores (PT) também já definiu dois dos oito titulares a que terá direito. São eles: José Guimarães (CE) e o líder da legenda, Sibá Machado (AC). 

Em sessão extraordinária, agendada na Câmara dos Deputados às 18h de hoje, serão definidos os 65 deputados que integrarão o colegiado encarregado de emitir um parecer sobre o impedimento da presidente. 

A composição partidária é definida por regras de proporcionalidade em relação ao tamanho da bancada. Ou seja, quanto maior é o partido, mais representantes ele tem.

O PT e o PMDB terão o maior número de titulares, oito cada. Já o PSDB, terá a terceira maior bancada na comissão – seis integrantes. 

O PP, PSD, PSB e PR terão direito a quatro; o PTB, três e o DEM, PRB, SD, PSC, PROS e o PDT têm duas vagas cada.

Veja, aqui, os próximos passos do processo de impeachment.