Pichação com teor racista é encontrada no Mackenzie

Em nota, direção da universidade repudiou o ato e disse não saber ainda a autoria

São Paulo – Uma pichação com teor racista foi encontrada num dos banheiros masculinos da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na tarde da última terça-feira. “Lugar de negro não é no Mackenzie. É no presídio”, diz a mensagem. 

Em entrevista a EXAME.com, a estudante do nono semestre do curso e membro do coletivo Afromack, Tamires Gomes Sampaio, contou que não é a primeira vez que casos como esse acontecem.

“Vivemos numa sociedade historicamente racista”, diz Tamires. “É triste saber que, no momento em que ela começa a ser transformada, uma parte das pessoas não aceite e atos como esse sejam recorrentes”. 

Em nota, a direção da universidade repudiou o ato e informou que irá abrir um procedimento para investigar o caso. “Ainda não sabemos a autoria, o que nos impossibilita de precisar se tal ato foi realizado por algum aluno ou membro da comunidade da Universidade”, diz a nota (veja abaixo na íntegra).

Comunicado Direção Direito Mackenzie

https://www.scribd.com/embeds/283971621/content?start_page=1&view_mode=scroll&show_recommendations=true