PF faz operação para prender aliciadoras de mulheres

O objetivo da ação é prender preventivamente três irmãs brasileiras processadas por tráfico de mulheres para exploração sexual

São Paulo – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 11, a Operação Hermanas para prender preventivamente três irmãs brasileiras processadas por tráfico de mulheres para exploração sexual. Uma delas, de 28 anos, foi encontrada e presa, outras duas, de 34 e 38 anos, estão foragidas.

Segundo a PF, os fatos ocorreram em 2009, quando as irmãs, vivendo entre o Brasil e a Espanha, foram presas em flagrante por promoverem exploração sexual de mulheres.

As vítimas eram enviadas do Brasil.

Em 2010 informações das autoridades espanholas foram enviadas ao Brasil onde um inquérito policial foi instaurado, várias vitimas ouvidas e outras provas coletadas. As três irmãs foram, então, indiciadas e processadas por tráfico de pessoas.

Hoje, com mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça, uma delas foi presa no bairro de Santana, na zona norte de São Paulo, onde trabalhava.

Suas irmãs não foram encontradas, mas há informação de que estariam na Espanha. Através da Interpol elas poderão ser localizadas para que os mandados de prisão sejam cumpridos no exterior.