PF deflagra nova operação contra corrupção no Rio

Ex-assessor especial de Sérgio Cabral teve prisão decretada

Um ex-assessor especial do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral teve a prisão decretada em uma nova fase de operação da Polícia Federal deflagrada nesta quinta-feira contra esquema de corrupção e lavagem de dinheiro suspeito de desviar ao menos 100 milhões de dólares durante a gestão de Cabral, de acordo com a TV Globo.

Segundo a emissora, o alvo da ação da PF é Ary Ferreira da Costa, suspeito de atuar como operador do esquema criminoso que a PF e o Ministério Público Federal dizem ter sido comandando por Cabral durante seu período como governador, de 2007 a 2014.

O ex-governador foi preso pela PF em novembro devido ao esquema. O empresário Eike Batista também foi preso pela PF nesta semana por suspeita de envolvimento no mesmo esquema.