Pezão tem licença médica estendida até fim de outubro

De acordo com a equipe médica do governador, o motivo da prorrogação é a necessidade de recuperação física dos efeitos colaterais da quimioterapia

A assessoria do governo do estado do <a href="http://www.exame.com.br/topicos/rio-de-janeiro"><strong>Rio de Janeiro</strong></a> informou hoje (28) que a licença <a href="http://www.exame.com.br/topicos/saude"><strong>médica</strong></a> do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ) foi estendida até 31 de outubro. </p>

De acordo com a equipe médica de Pezão, o motivo da prorrogação é a necessidade de recuperação física dos efeitos colaterais da quimioterapia. No próximo mês, Pezão será submetido a nova perícia médica.

O governador Pezão foi diagnosticado em março com um linfoma não-Hodgkin anaplásico de células T-Alk positivo. Em seguida, foi submetido a tratamento quimioterápico. ‎

Em julho, exames de imagem mostraram resolução completa do quadro do linfoma. Com a melhora, os dois últimos ciclos de quimioterapia, previstos inicialmente, foram suspensos.

Os médicos que acompanham o governador classificam como precoce a resolução da doença. Segundo eles, Pezão se encontra em remissão, não tem sintomas e evidência do câncer. No entanto, permanece em tratamento para recuperação clínica total.