Petro no azul; Bolsa recorde…

Petro lucra 370 mi

A Petrobras anunciou lucro de 370 milhões de reais no segundo trimestre, após três trimestres consecutivos de perdas que totalizaram 42 bilhões de reais. O resultado foi influenciado pela valorização do real e pela alta do barril de petróleo. Além disso, a companhia recebeu 157 milhões de reais do Ministério Público Federal repatriados da Operação Lava-Jato.

Bolsa: recorde em 2 anos

O Ibovespa subiu 2,4% nesta quinta-feira e chegou a seu maior patamar desde setembro de 2014. O índice fechou o dia em 58.299 pontos com uma forte alta das bolsas americanas — que bateram recorde de pontos. Chamou a atenção o volume negociado, que passou dos 7,8 bilhões de reais, ante a média diária do mês, de 5 bilhões de reais. As ações preferenciais da Petrobras subiram 4,5% com a alta do preço do petróleo. O dia também foi impactado pela divulgação de resultados, e apenas três das 59 ações da bolsa terminaram o dia em queda.

Recorde também nos EUA

Os três principais índices de ações americanos — Dow Jones Industrial Average, S&P 500 e Nasdaq Composite — atingiram valores recordes nesta quinta-feira. É a primeira vez desde 31 de dezembro de 1999 que isso acontece. A alta foi impulsionada pela subida no preço do petróleo, que subiu mais de 4% nesta quinta-feira, e por índices melhores do que o previsto no varejo americano. Segundo gestores, a falta de melhores opções de investimento, com juros baixos e instabilidade mundo afora, faz com que volumes recordes sejam investidos em ações.

Bumlai na prisão

O juiz federal Sergio Moro determinou que o pecuarista José Carlos Bumlai volte à carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. Bumlai cumpria prisão domiciliar porque estava tratando de um tumor na bexiga e fez uma cirurgia cardíaca. Ele é investigado por obstruir o trabalho da Lava-Jato e por ser usado como laranja para repassar dinheiro para o Partido dos Trabalhadores.

Investigação no PMDB e PP

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, autorizou na quarta-feira 10 que o PMDB e o PP sejam investigados pelo esquema de corrupção na Petrobras. Em caso de condenação, ambos os partidos poderão ter o registro cassado, assim como o PT, que é investigado em outro processo. De acordo com Maria Thereza de Assis Moura, corregedora-geral do Tribunal, os partidos estariam praticando crimes “visando à conquista e à manutenção do poder”.

Brasil assina Acordo de Paris

A adesão brasileira ao Acordo de Paris foi aprovada pelo Senado nesta quinta-feira. Agora o texto vai para a sanção presidencial, que não deve demorar. Em dezembro, 175 países foram signatários do acordo que prevê que a temperatura do planeta vai subir até o teto de “‘bem menos’ do que 2 graus Celsius, na direção de 1,5 grau”. Até agora 22 países já aprovaram totalmente a negociação feita e cada país decidiu suas metas de redução, em acordo com outras nações.

Hillary ataca

A candidata democrata Hillary Clinton voltou a atacar o plano econômico de seu adversário Donald Trump, apresentado em Detroit na segunda-feira. Em um discurso em Warren, no Michigan, Hillary afirmou que os projetos de Trump de reduzir impostos e proteger o mercado interno foram feitos sob medida para atender os interesses de suas empresas e de seus apoiadores. “Ele quer que o país trabalhe para ele”, disse a democrata.

FBI: foram os russos

O FBI tem sérias suspeitas de que o governo russo hackeou o Partido Democrata, segundo uma fonte afirmou à Bloomberg. A suspeita é que, além do comitê nacional do partido, e-mails pessoais de outros dirigentes democratas tenham sido invadidos. O caso veio à tona na véspera da convenção democrata, quando e-mails internos revelaram que o partido atuou para beneficiar Hillary Clinton nas prévias. A líder do partido no Congresso, Nancy Pelosi, chamou o caso de “Watergate Eletrônico”. O republicano Donald Trump, não custa lembrar, pediu ajuda russa para invadir as contas de Hillary.

Tensão no Mar Negro

A Ucrânia colocou suas forças militares em alerta após o presidente russo, Vladimir Putin, ter anunciado novas medidas de segurança no território anexado da Crimeia, dando início a uma nova crise no Mar Negro. O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, enviou as forças para a fronteira com a Crimeia e avisou o ministro do Exterior para iniciar conversas com Putin. A Rússia anexou a Crimeia, um território ucraniano, em 2014.

O fenômeno, e o improvável

O nadador Michael Phelps conquistou ontem sua 22a medalha de ouro na história dos Jogos ao vencer os 200 metros medley pela quarta vez em quatro Olimpíadas. Ele é o primeiro nadador da história a chegar ao tetracampeonato. O brasileiro Thiago Pereira, esperança de medalha, chegou na sétima posição. Outro brasileiro, Bruno Fratus, se classificou para a final dos 50 metros estilo livre. Na final dos 100 metros estilo livre, duas nadadoras empataram na ponta e conquistaram a medalha de ouro: a americana Simone Manuel e a canadense Penny Oleksiak. Simone ainda se tornou a primeira nadadora negra campeã olímpica numa prova individual.

Biles ouro

A ginasta Simone Biles, dos Estados Unidos, confirmou o favoritismo na ginástica, na prova individual geral, e levou o ouro. Ela é tida por alguns como a melhor ginasta que já existiu e terminou a disputa . A prata ficou com a também americana, Alexandra Raisman. A russa Alyia Mustafina ficou na terceira posição. A brasileira Rebeca Andrade, terceira na classificatória, ficou com a 11ª colocação.

O primeiro bronze

Após ser eliminada na semi-final do judô pela francesa Audrey Tcheumeo, na categoria meio-pesado (até 78kg), Mayra Aguiar conseguiu uma vitória na disputa do terceiro lugar e ficou com o bronze, o primeiro do Brasil na Rio 2016. A atleta manteve o terceiro lugar que havia conquistado em Londres 2012.

Vitórias e derrotas

Na noite de ontem, a seleção masculina de vôlei sofreu a primeira derrota no Rio, para os Estados Unidos, por 3 a 1. A equipe de basquete também perdeu ontem, para a Croácia, e agora fará uma partida decisiva contra a Argentina no sábado. Já a seleção masculina de handebol derrotou a Alemanha, primeira colocada no ranking mundial, por 33 a 30. No tênis, Thomas Bellucci surpreendeu, derrotou o belga David Goffin e enfrenta hoje o espanhol Rafael Nadal nas quartas-de-final.