Pensando ser Uber, taxistas cercam carro de deputado em BH

Motorista foi confundido com um motorista de Uber enquanto esperava o parlamentar sair de um salão de festas

São Paulo – O motorista do deputado Laudívio Carvalho (PMDB-MG) por pouco não foi agredido por três taxistas em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a reportagem do UOL, Glênio Gomide, que dirige o Ford Fusion do parlamentar, foi confundido com um motorista de Uber enquanto esperava Carvalho sair de um salão de festas, no último domingo (27).

Carvalho, que ironicamente é autor de um projeto de lei na Câmara dos Deputados para proibir o Uber no País, contou ao Estado de Minas como foi o episódio.

“Quando o motorista foi me buscar, por volta das 22h30, foi cercado por três taxistas. Quando me aproximei do meu carro, um deles me reconheceu e me cumprimentou. Os outros dois começaram a dizer que eu estava andando de Uber. Eu afirmei que era um carro particular e que era um empregado antigo meu”.

“Como eu vou ficar defendendo os taxistas com essas atitudes? Desde o início destes ataques aos motoristas do Uber, tenho orientado os taxistas, através dos representantes da classe, que esta não é a maneira correta para solucionar este impasse”, completou o deputado em entrevista ao UOL.