PCdoB oficializa apoio à reeleição de Dilma

Encontro nacional do partido reiterou o apoio à presidente em votação simbólica

Brasília – Por unanimidade, em votação simbólica, integrantes do PCdoB reiteraram hoje (27), durante o encontro nacional do partido, o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e do vice-presidente Michel Temer (PMDB). Em um auditório lotado, na Câmara dos Deputados, a legenda reafirmou ideias e propostas que serão encaminhadas à chapa da atual presidente.

O presidente do partido, Renato Rabelo, disse que a decisão estreita e amadurece a relação histórica com o PT. “O PCdoB tem convicção de que a candidatura da Dilma Rousseff é a candidatura para o momento que o Brasil exige e que o Brasil quer”.

Em documento distribuído durante a convenção nacional, o partido destacou o desempenho do atual governo no enfrentamento à crise financeira “que fez encolher a economia mundial e espalhou desempregos e cortes de direitos sociais pelo mundo afora”. Pelo texto, a legenda diz que Dilma soube enfrentar os impactos negativos da “crise do capitalismo e sob difíceis circunstâncias mostrou a fibra e a competência da mulher brasileira”.

Na lista de ideias e propostas que serão encaminhadas à presidente, estão pontos como a reforma do Poder Judiciário que assegure acesso ágil à Justiça, controle externo para garantir gestão eficaz, manutenção da atual política do salário mínimo e redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem impacto sobre a remuneração dos trabalhadores.

O PCdoB ainda defende medidas que garantam uma taxa de câmbio competitiva e a dilatação do prazo de cumprimento da meta de inflação para 36 meses. “Isso permite absorver instabilidade de fatores sazonais como é o caso do preço dos alimentos e também uma atuação mais flexível por parte do Banco Central, evitando mudanças bruscas no nível de atividade econômica”.

A presidente Dilma Rousseff é esperada pelos membros do partido na tarde de hoje, quando a reunião será retomada com as principais lideranças comunistas. O PCdoB ocupa, atualmente, o Ministério do Esporte sob o comando de Aldo Rebelo.