Paraná prepara grupo especializado em antiterrorismo

Os policiais serão treinados especialmente para agir na Copa do Mundo 2014 e em outros eventos internacionais

Curitiba – O Paraná deve ter o primeiro grupo de policiais estaduais especializados em antiterrorismo. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado, o Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), da Polícia Civil, vai aprimorar as técnicas com o objetivo de estar apto a agir em situações de atentados terroristas. Os policiais serão treinados especialmente para agir na Copa do Mundo 2014 e em outros eventos internacionais.

“O nosso Estado receberá grande fluxo de pessoas de outras nacionalidades, abrigamos o segundo destino turístico brasileiro as Cataratas do Iguaçu, e mesmo que as competições sejam realizadas em outros Estados, estimamos que muitos turistas visitarão o Paraná”, afirmou, por meio de nota na Agência Estadual de Notícias, o secretário de Estado da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida Cesar.

Segundo a secretaria, o grupo Tigre, que é chamado sempre que há alguma situação de sequestro, já domina as técnicas de tiros de precisão, rapel, arrombamento com explosivos e resgate de reféns. “O treinamento para combater terrorismo será integrado ao curso pelo qual passam os policiais”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius Michelotto. Os especialistas e as técnicas a serem repassadas no curso ainda estão sendo definidos. Também está sendo estudada a possibilidade de participação no curso de policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).