Papa se mostra preocupado com a rebelião do presídio em Manaus

Líder da Igraja Católica expressou sua dor e preocupação com o massacre ocorrido nesta semana na capital do Amazonas

O papa Francisco manifestou sua dor e preocupação com a rebelião ocorrida no presídio de Manaus, onde morreram 56 detentos em uma disputa entre facções criminosas pelo controle do tráfico de drogas.

“Expresso dor e preocupação com o que aconteceu. Convido a rezar pelos falecidos, por seus familiares, por todos os detentos nessa prisão e pelos que trabalham nela”, declarou o papa na audiência-geral desta quarta-feira no Vaticano.

“E renovo meu apelo para que os institutos penitenciários sejam lugares de reeducação e reinserção social, e as condições de vida dos detentos sejam dignas de pessoas humanas”, acrescentou o pontífice, que costuma visitar prisões em suas viagens ao exterior e que já recebeu prisioneiros no Vaticano.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s