Odebrecht está elaborando plano para retirar guindaste

O Itaquerão, como o estádio é conhecido, sediará a abertura da Copa do Mundo de 2014 e mais cinco jogos da competição, em junho do próximo ano

São Paulo – A construtora Odebrecht informou hoje (4) que ainda está elaborando o plano para retirada do guindaste e das peças metálicas do local do acidente na obra de construção do estádio do Corinthians, em Itaquera, zona leste paulistana.

Segundo a empresa, os documentos deverão ser entregues à Defesa Civil e ao Ministério do Trabalho, órgãos responsáveis pela interdição de parte do canteiro.

No último dia 27, dois operários morreram e um ficou ferido com a queda de um guindaste. Parte da cobertura da parte leste do estádio foi danificada.

As atividades estão suspensas em cerca de 10% do estádio, o que representa 5% de todo o conjunto de obras. A Defesa Civil aguarda a documentação para decidir sobre a liberação do local do acidente.

As obras no restante do estádio foram retomadas na segunda-feira (2), após três dias de luto. As atividades foram concentradas nos prédios oeste, norte e sul, arquibancadas e gramado.

De acordo com a Odebrecht, a previsão era que a arena fosse entregue em dezembro deste ano. Ainda não foi informada nova data para a conclusão dos trabalhos.

O Itaquerão, como o estádio é conhecido, sediará a abertura da Copa do Mundo de 2014 e mais cinco jogos da competição, em junho do próximo ano.