O que você precisa ler antes da votação do impeachment

EXAME.com fez uma seleção de tudo o que você precisa ler para entender (de fato) o que está em jogo a partir de agora

São Paulo – Desde o início da manhã desta quarta-feira (11), o senadores debatem a admissibilidade da denúncia de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Bastam apenas 41 votos para que o julgamento e consequente afastamento da presidente sejam levados a cabo.

EXAME.com fez uma seleção de tudo o que você precisa ler para entender (de fato) o que está em jogo a partir de agora:

O PROCESSO DE IMPEACHMENT

Ueslei Marcelino/Reuters

Deputados comemoram aprovação do impeachment na Câmara: em dois estados, 100% dos parlamentares votaram pelo “sim”

 

 

 

O passo a passo do impeachment

Para que o pedido de abertura de impeachment tenha consistência, devem existir evidências de que o mandatário cometeu algum crime comum (como homicídio ou roubo) ou crime de responsabilidade – que envolve desde improbidade administrativa até atos que coloquem em risco a segurança do país. Entenda o processo.

Os argumentos para o julgamento

Em linhas gerais, a denúncia que pode abreviar o mandato da presidente Dilma Rousseff afirma que a petista cometeu crime de responsabilidade ao praticar as chamadas pedaladas fiscais e ao abrir créditos suplementares sem a aprovação do Congresso. Entenda – em miúdos – o que isso significa.

O ponto da discórdia

Mesmo com o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff em curso desde dezembro, a justificativa alegada no pedido protocolado por Miguel Reale Jr., Hélio Bicudo e Janaina Paschoal ainda não é consenso entre juristas.

O processo contra Collor

Se o Senado acolher a denúncia hoje, Dilma será a segunda presidente da República a ser afastada do cargo em um processo de impeachment. Veja as diferenças entre os dois momentos históricos. 

O CONGRESSO

José Cruz/Agência Brasil

Congresso:

O placar de votos no Senado

Levantamento de EXAME.com revela que a abertura do julgamento contra a petista já tem o apoio de ao menos 50 senadores. Veja como cada senador deve votar hoje.

Os senadores que votam hoje 

Pesa contra Dilma o encaminhamento das bancadas oposicionistas e daquelas que a abandonaram durante a legislatura. Na época de eleição, sua base comandaria até 65% das cadeiras. Hoje, a presidente tem apoio de apenas 25%. Veja os números


O GOVERNO

REUTERS/Adriano Machado

A mesa de Dilma Rousseff  na manhã desta quarta-feira


Os erros que colocam mandato por um fio 

Para especialistas consultados por EXAME.com, Dilma é vítima de suas próprias decisões equivocadas na condução do país – que acabaram por minar sua base de apoio e aprovação popular. Entenda os erros

A cara do Brasil que quer o impeachment

A série histórica da pesquisa Datafolha revela a discrepância da opinião dos brasileiros que elegeram Dilma em 2010 de quem hoje clama pelo fim de seu mandato. Veja as diferenças