Novo terminal em Viracopos oferecerá mais lojas

"Queremos atrair mais gente para Viracopos, dar ao passageiro um tratamento diferenciado e criar concorrência", disse presidente da concessionária

Campinas – A entrada em funcionamento do novo terminal de passageiros no aeroporto de Viracopos deve resgatar os tempos áureos do aeroporto, que concentrou os voos internacionais no estado de São Paulo entre os anos 60 e 80, de acordo com o presidente da concessionária que administra Viracopos, Luiz Alberto Kuster.

“Queremos atrair mais gente para Viracopos, dar ao passageiro um tratamento diferenciado e criar concorrência”, disse Küster. O foco é trazer principalmente o passageiro do interior de São Paulo que hoje voa em Guarulhos.

“Temos pesquisas que mostram que 60% dos passageiros paulistas que passam por Guarulhos vêm da região entre Jundiaí e Ribeirão Preto. Queremos trazer esse pessoal para cá”, revela.

Segundo Küster, até agora foram   R$ 3 bilhões na construção do novo terminal, pátios e a reforma da pista. O terminal terá cinco salas VIP, três free shop e mais de cem lojas.

Hoje há pouco mais de 20 lojas no atual terminal de passageiros e apenas um free shop. As obras devem acabar em outubro e até dezembro todas as empresas devem ser transferidas para o novo espaço.

O sonho da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, que administrará o espaço até 2041, é torná-lo o maior aeroporto da América Latina.

Segundo Küster, o trunfo de Viracopos é ter espaço para crescer – a área soma mil alqueires, capazes de receber mais quatro pistas. “Essa é a nossa visão para Viracopos. É ambiciosa, mas é possível.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.