São Paulo – A estreia do deputado federal Tiririca imitando Roberto Carlos no horário eleitoral não agradou a Sony. Hoje, a empresa vetou o vídeo em que o candidato à reeleição pelo PR aparece vestido com roupas semelhantes às usadas pelo cantor enquanto faz uma paródia do clássico “O Portão”. 

No YouTube, uma mensagem justifica a ausência do conteúdo como reivindicação de direitos autorais pela empresa EMI Songs do Brasil, que pertence à Sony ATV Music.

Segundo o advogado da Sony ATV, José Diamantino, o partido não pediu autorização da editora para adaptar a música para a campanha e foi notificado para que suspenda sua utilização. De acordo com ele, o PR ainda não respondeu ao aviso enviado hoje.

“O documento enviado diz que estamos cientes da utilização da música. Ele pede para que o uso seja suspenso, pois há violação dos direitos autorais e morais dos artistas (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), que tiveram sua produção associada aos ideais de um partido”, afirma.

De acordo com o advogado, no entanto, a iniciativa em relação à música partiu da editora, e não de Roberto ou Erasmo. Diamantino afirma que medidas legais não foram tomadas. Segundo ele a notificação tem como objetivo, neste momento, apenas a negociação.

Ao ser questionada por EXAME.com se o vídeo voltaria a aparecer na televisão amanhã, a assessoria de imprensa do candidato em São Paulo afirmou que tomou conhecimento do caso pela reportagem.

Já a assessoria da direção nacional do PR disse  que não comenta assuntos relacionados às campanhas estaduais.

Paródia no horário eleitoral

Vestido com terno branco e diante de um prato com bifes, Tiririca satiriza a propaganda do frigorífico Friboi protagonizada por Roberto Carlos, na qual o cantor vegetariano afirma que voltou a comer carne.

Com seu caricato uniforme de palhaço, Tiririca afirma na abertura do vídeo: “Não foram só as pessoas simples que votaram em mim”.

Em seguida, pergunta para sua versão do rei: “Até você votou em mim, bicho?”. “Eu votei. De novo eu vou votar. Tiririca, Brasília é o seu lugar”, responde a música.

Destoante das rápidas e formais aparições de outros candidatos, o deputado federal mais votado do Brasil em 2010 ganhou todo o tempo de televisão do PR em São Paulo nestas eleições. No vídeo de 1 minuto e 25 segundos, ainda sobra tempo para um bis da melodia. 

Veja a versão original da propaganda de Roberto Carlos para a Friboi:

Tópicos: Eleições 2014, Política no Brasil, Indústria da música, Arte, Música, Entretenimento, PR, Partidos políticos, Roberto Carlos, Políticos, Políticos brasileiros, Tiririca, YouTube, Google, Empresas de tecnologia, Empresas de internet