Rio - Automóveis zero-quilômetro comprados no Rio, a partir de 2012, estão dispensados da vistoria anual nos dois anos seguintes. A decisão foi anunciada nesta terça-feira, 22, pelo governo do Estado. Já havia isenção no primeiro ano de uso. Agora, o prazo foi ampliado.

Além da liberação da vistoria, os donos de carros zero também deixarão de pagar a taxa de licenciamento anual (hoje fixada em 101,77 reais) nos dois anos seguintes aos da compra. A medida beneficiará os carros considerados de uso não intensivo - de passeio particulares com capacidade para até cinco passageiros.

"Ela baseia-se no entendimento técnico de que, nos três primeiros anos de uso, o desgaste de carros na situação descrita não compromete as condições mínimas de segurança e o nível de emissão de gases", afirmou o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran). Não serão contemplados veículos de uso intensivo, como ônibus, micro-ônibus e caminhões, e da categoria aluguel, sejam automóveis, caminhonetes, motos ou utilitários, além de particulares com mais de cinco passageiros.

Agora, um carro zero comprado em 2012, já isento em 2013, não será submetido à vistoria também em 2014. Veículos comprados em 2013 só precisarão realizar o procedimento em 2016. O anúncio ocorre quatro dias após a prisão de 71 funcionários do Detran acusados de envolvimento numa quadrilha que aprovava veículos sem manutenção em vistorias-fantasmas, entre outras fraudes. O esquema movimentaria R$ 2 milhões por mês, segundo a denúncia do Ministério Público.

Tópicos: Carros, Autoindústria, Veículos, Meio ambiente, Rio de Janeiro, Cidades brasileiras, Metrópoles globais, Vistorias, Guia de Imóveis