São Paulo - As redações feitas neste domingo pelos candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão corrigidas entre 12 de novembro e 20 de dezembro, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo.

Com o aumento do rigor na avaliação das redações, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) estima que 52% das redações sejam avaliadas por um terceiro corretor - no ano passado, a proporção foi de 26%.

A correção das redações do Enem vai mobilizar 8.795 corretores, contingente 54,46% superior à edição do ano passado. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), 79,8% dos corretores são mulheres e 20,2%, homens. Todos são graduados na área de Letras com formação em Língua Portuguesa.

Tópicos: Educação, Educação no Brasil, Enem, MEC