São Paulo - O Instituto Teotônio Vilela (ITV), braço de formulação política do PSDB, comparou em carta publicada nesta terça-feira o avanço do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) em períodos que coincidiram com os governos do tucano de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e dos petistas Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (iniciado em 2011), destacando o que seria um melhor desempenho dos tucanos na melhora do índice.

Nesta segunda-feira, 29, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) divulgou o IDHM e mostrou que nos últimos 20 anos, de 1991 até 2010, houve crescimento de 47,5% na avaliação do País, que passou da nota 0,493 para 0,727, deixando de ser um País com desenvolvimento considerado "muito baixo" para ser classificado como "alto".

"Na média, o IDHM geral saltou 24% de 1991 a 2000 e, no período seguinte, melhorou mais 19%. Na educação, a diferença é cavalar: na primeira metade das duas últimas décadas, ou seja, na fase predominantemente tucana, o avanço obtido pelo país foi de 63%, porcentual que caiu para 40% no decênio seguinte", destaca o documento do ITV.

Prosseguem os tucanos: "Os avanços na renda praticamente se equivalem nos dois períodos: 6,9% entre 1991 e 2000 e 6,8% de 2000 a 2010. Apenas a progressão no indicador específico para longevidade foi mais elevada, ainda que levemente, nos anos que coincidem majoritariamente com os da gestão petista: aumento de 12% no período mais recente, ante 10% no decênio inicial", emendou a nota.

Na mesma nota que contém as comparações entre períodos, o ITV criticou a realização constante de comparações entre governos feita pelos seus adversários petistas, dizendo tratar-se do "esporte preferido dos petistas". "É algo tão descabido que equivaleria a ver Fernando Henrique cotejando-se a João Baptista Figueiredo lá na metade inicial de seu governo", prosseguiu a nota.

Segundo os tucanos, a importância do estudo do Pnud é apontar um caminho a ser seguido pelo País. "O que o Pnud, mais uma vez, deixa evidente com o IDHM é que nosso grande gargalo é a educação: entre nossos jovens de 15 a 17 anos, apenas 57% completaram o ensino fundamental e, entre 18 e 20, só 41% concluíram o médio", ressaltaram.

O ITV diz ainda que esse estudo mostra quem "mais fez pela melhoria da qualidade de vida dos brasileiros nos últimos 20 anos". "Se é para comparar, a vitória é dos tucanos."

Tópicos: Cidades, Cidades brasileiras, IDH, Oposição, PSDB, Partidos políticos