Aguarde...

Censo | 27/04/2012 20:11

O que mudou no Brasil na última década

As mulheres tiveram conquistas salariais, os casais estão se casando menos e mais brasileiros estão voltando mais para casa, mostra Censo Demográfico de 2010

Marcello Casal Jr/ABr

Bandeira do Brasil

São Paulo – Os dados do Censo Demográfico de 2010 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira revelam mudanças importantes, que deram uma nova cara ao Brasil ao longo da última década.

Os dados apontam para avanços importantes no emprego, na educação e na saúde pública, e indicam mudanças de comportamento: as mulheres tiveram conquistas salariais, os casais estão se casando menos e mais brasileiros estão voltando para casa, após passar um período morando exterior.

Veja, a seguir, algumas importantes registradas entre os anos de 2000 e 2010, segundo os dados do censo:

O brasileiro está mais “educado”

O percentual de pessoas sem instrução ou com o fundamental incompleto caiu de 65,1% para 50,2%, enquanto o de pessoas com pelo menos o curso superior completo aumentou de 4,4% para 7,9%.

Mais trabalhadores têm carteira assinada

O percentual de empregados na população cresceu de 66,6% para 70,8%. A categoria com carteira de trabalho assinada aumentou sua participação no contingente nacional de 54,8% para 63,9%.

As mulheres estão ganhando mais...

O salário das mulheres cresceu cerca de três vezes mais do que o dos homens. O delas teve aumento de 13,5%, o equivalente a R$ 867 a mais, em média. O deles, de 4%, o que corresponde a R$ 60.

Ainda assim, elas ganham menos do que os homens. Em 2000, elas recebiam o equivalente a 67,7% do pagamento deles. Hoje, 73,8%.

...E estão tendo menos filhos

A taxa de fecundidade registrou uma queda de 20,1% na última década, passando de 2,38 filhos por mulher em 2000 para 1,9 em 2010.

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados