São Paulo - O deputado federal Marco Feliciano voltou a estar em destaque na internet ao pedir, via Twitter, para que seus seguidores denunciassem um vídeo no Youtube. A peça que causou indignação no pastor evangélico foi uma esquete do grupo humorístico Porta dos Fundos, publicada nesta segunda-feira.

O vídeo, chamado de "Oh Meu Deus", é protagonizado pela atriz e cantora Clarice Falcão que vira alvo de curiosidade e devoção ao, durante uma consulta no ginecologista, descobrir que tem uma imagem de Jesus Cristo em suas partes íntimas. 

Revoltado, Feliciano escreveu: "Assim caminha a humanidade... Video podre! Ajudem a denunciar para retirá-lo do ar."

Até o momento, a publicação foi compartilhada 528 vezes - alcance 2500 vezes menor que o do vídeo humorístico, que já foi visto por 1,36 milhão de pessoas. 

Mais tarde, o deputado ainda fez outros comentários na rede social, espantando-se com a repercussão e com a enxurrada de xingamentos que recebeu após o pedido. 

"Fiz um pedido no Twitter sobre um vídeo fuleiro aí e bombou", disse em uma publicação. "Um monte de troleiros enchendo minha timeline de xingamentos. Estou rindo muito aqui", afirmou em outra.

A estrela do vídeo, Clarice Falcão, também usou o Twitter pra se pronunciar sobre a polêmica:

Tópicos: Marco Feliciano, PSC, Políticos, Políticos brasileiros, Política no Brasil, Porta dos Fundos, Redes sociais, Twitter, Empresas, Internet, Empresas americanas, Empresas de internet