São Paulo – A defesa de Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o pecuarista José Carlos Bumlai se ofereceu para fazer a reforma no sítio em Atibaia (SP) frequentado pela família do ex-presidente. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O sítio é alvo de investigação da Operação Lava Jato. Ainda segundo a defesa de Lula, a propriedade foi adquirida por Jacó Bittar, também amigo do ex-presidente, e serviria para receber objetos recebidos por Lula durante a presidência.

O advogado de Bumlai não confirmou a versão do ex-presidente e citou a construtora Odebrecht, ainda de acordo com o jornal. A Odebrecht admitiu ter participado da reforma no local.

A suspeita da Lava Jato é que a propriedade seja na verdade de Lula. A defesa do ex-presidente nega, e diz que a compra foi feita pela família de Bittar.

Tópicos: Presidente Lula, Luiz Inácio Lula da Silva, Personalidades, Políticos, Políticos brasileiros, PT, Política no Brasil, Operação Lava Jato