Rio de Janeiro – Com o objetivo de despoluir seis importantes praias do Rio de Janeiro, o governo estadual lançou hoje (29) a segunda etapa do Programa Sena Limpa.

A iniciativa prevê a ampliação e modernização dos sistemas de esgotos e melhoria na coleta de águas pluviais para acabar com o despejo de resíduos nas praias.

As praias contempladas na segunda etapa do projeto serão: Paquetá, Praia da Guanabara, Flamengo e Botafogo, localizadas na Baía de Guanabara. Além dessas, as praias oceânicas do Pepê, na zona oeste, e de Copacabana, na zona sul.

O programa terá investimentos de aproximadamente R$ 200 milhões, e deverá ser concluído após os Jogos Olímpicos de 2016.

Segundo o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, a estimativa é que, até ao final das obras, as praias estejam próprias para o banho.

"O carioca precisa ter consciência de que praias limpas significam turismo, emprego e lazer para essa cidade que simplesmente vive nas praias. Esperamos que até o fim de 2014, até mais ou menos meados de 2015, os cariocas e os turistas de todo mundo já tenham à sua disposição uma praia muito mais limpa", disse.

A primeira etapa do projeto foi iniciada em 2012, e atende às praias de São Conrado, Ipanema, Leblon e Urca, na zona sul; e a Praia da Bica, na zona norte.

De acordo com dados da secretaria, algumas praias já apresentam resultados, como Ipanema com 60% de melhora. As intervenções da primeira etapa devem terminar no final deste ano.

Tópicos: Lixo, Meio ambiente, Rio de Janeiro, Cidades brasileiras, Metrópoles globais