São Paulo - Os funcionários da Fundação Casa decretaram greve a partir do dia 10 de abril após uma assembleia realizada no último sábado, 29.

As reivindicações são por mais segurança, melhor plano de carreira e um reajuste salarial de 53% - o governo estadual ofereceu 3,97%.

A categoria também marcou um ato para quarta-feira às 10 horas, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp).

A Fundação Casa tem 12 mil funcionários. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tópicos: Direitos trabalhistas, Greves, Prisões, Reajustes salariais, Segurança