São Paulo – A ex-representante do grupo feminista Femen Sara Winter revelou através de sua página no Facebook que está se reunindo com membros da família de deputados Bolsonaro para discutir planos políticos. 

Antes inimiga ferrenha da bancada conservadora, Sara agora se descreve sua ação como uma "luta contra a inversão de valores na sociedade provocada por movimentos sociais de esquerda tais como: feminismo, movimento negro, movimento LGBT e combatente ferrenha da ideologia de gênero."

Em vídeo postado nesta tarde (25), ela abre espaço a um discurso do deputado federal Jair Bolsonaro — que a chama de "curada", por ter abandonado o grupo — para que os espectadores "pensem" sobre como minorias servem para jogar os brasileiros uns contra os outros, quando o Brasil deveria se unir num momento como o atual de crise.

"Não adianta falar que é tu feminista, que é LGBT, que tu é machão, está todo mundo em uma situação incontrolável", diz Bolsonaro, em vídeo. "O Brasil está acima das nossas vontades, dos nossos comportamentos, (...) senão vai estar todo mundo na miséria, na desgraça."

"Pensa sobre isso", resume Sara, ainda no vídeo.

Em outro post na página, ela finaliza: "Todo e qualquer cidadão de bem deve se envolver de corpo e alma na política do nosso país. Temos que fazer pressão pras coisas mudarem."

Segundo a coluna Radar On-Line, da revista VEJA, Sara está negociando seu ingresso no PSC, partido para onde o próprio Bolsonaro deve migrar, e quer o "apoio do deputado para sua estreia na política".

Veja abaixo os posts da futura candidata a política.

Um recadinho meu e do mito pra vocês.Compre meu livro o ajuda uma associação pro vida. www.sarawinter.com.br e clique em LIVRO.

Publicado por Sara Winter em Quinta, 25 de fevereiro de 2016

Aqui no gabinete dos mitos em reuniao

Publicado por Sara Winter em Quarta, 24 de fevereiro de 2016

Tópicos: Câmara dos Deputados, Política no Brasil, Feminismo, Jair Bolsonaro, Políticos brasileiros, Políticos, PSC, Partidos políticos