Brasília - A presidenta Dilma Rousseff participa hoje (10), às 10h15, em Porto Alegre, da cerimônia de inauguração do primeiro aeromóvel do país, interligando o Aeroporto Internacional Salgado Filho à estação mais próxima de metrô com acesso ao centro da capital. Às 11h45, Dilma participará da entrega de 40 retroescavadeiras a prefeituras na Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs).

Com veículos leves não motorizados e tecnologia brasileira, a linha aeromóvel, operada em via elevada, terá capacidade para atender, inicialmente, a 150 passageiros por viagem, que dura em torno de dois minutos para o percurso de 814 metros.

A propulsão do transporte automatizado é pneumática, com ventiladores centrífugos industriais de alta eficiência energética que sopram o ar por meio de um duto localizado dentro da via. O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, também participará da cerimônia. O projeto tem investimento de R$ 37,8 milhões.

Em um primeiro momento, o transporte será aberto ao público apenas em dias úteis, das 10h às 16h, sem cobrança de passagem, com uma operação assistida e a realização de ajustes. A operação comercial deve começar apenas em novembro, quando os usuários poderão adquirir a passagem por R$ 1,70 e ter direito a usar a linha do metrô sem cobrança adicional.

Dilma está no Rio Grande do Sul desde quinta-feira (8) à noite, hospedada no apartamento que tem em Porto Alegre. Ontem (9), ela participou da cerimônia de inauguração do campus do Instituto Federal Rio Grande do Sul (IFRS) em Osório, a 100 quilômetros de Porto Alegre, no litoral norte do estado. Durante o evento, também ocorreu a formatura de 430 alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Tópicos: Aeroportos, Setor de transporte, Transportes, Dilma Rousseff, Personalidades, Políticos, Políticos brasileiros, PT, Política no Brasil, Porto Alegre, Cidades brasileiras, Transportes no Brasil, Trens