Aguarde...

Segurança | 17/04/2014 11:00

Dilma critica greve de PM da Bahia pelo Twitter

A presidente declarou o apoio do governo federal ao Estado com o envio de tropas federais durante a greve

José Roberto Castro, do

Roberto Stuckert Filho/PR

Jaques Wagner e Dilma Rousseff durante cerimônia de inauguração da Via Expressa Baía de Todos os Santos

Jaques Wagner e Dilma Rousseff: a presidente demonstrou ainda seu apoio ao governador do Estado, seu companheiro de partido

São Paulo - Em sua conta no Twitter, a presidente Dilma Rousseff comentou nesta quinta-feira, 17, situação da segurança pública na Bahia, que sofre com a greve da Polícia Militar. A presidente declarou o apoio do governo federal ao Estado com o envio de tropas federais durante a greve.

"Autorizei o envio de tropas federais para dar apoio à segurança pública e garantir a paz na #Bahia. É inadmissível que a segurança da população baiana fique em risco", escreveu a presidente.

Dilma demonstrou ainda seu apoio ao governador do Estado, Jaques Wagner, seu companheiro de partido. "O governador @jaqueswagner tem todo o apoio do meu governo para garantir segurança à população da Bahia", completou.

A greve dos policiais militares começou na noite da última terça-feira (15). Com a paralisação da PM, lojas e supermercados foram arrombados e saqueados. A greve também chegou a afetar a circulação de ônibus em Salvador.

Esta é a segunda greve da PM que o governador Jaques Wagner enfrenta. A anterior, entre janeiro e fevereiro de 2012, durou 12 dias, foi marcada pela ocupação da Assembleia Legislativa pelos policiais, pelo registro de mais de 100 homicídios no período e por arrastões e ondas de saques a estabelecimentos por todo o Estado. 

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados