Aguarde...

Rio | 23/02/2012 12:55

Carnaval carioca produziu mais de 640 toneladas de lixo

Apesar da grande quantidade de resíduos recolhidos, houve uma queda de 24% em relação ao mesmo período do ano passado

Reprodução

Saco plástico com lixo

O Cordão da Bola Preta, que arrastou mais de 2 milhões de foliões pela Avenida Rio Branco, na região central da cidade, foi o bloco que mais produziu resíduos

Rio de Janeiro - Nos cinco dias do carnaval de Rua, a Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (Comlurb) recolheu 642 toneladas de lixo. Apesar da grande quantidade de resíduos recolhidos, houve uma queda de 24% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram coletadas 849 toneladas de lixo.

O Cordão da Bola Preta, que arrastou mais de 2 milhões de foliões pela Avenida Rio Branco, na região central da cidade, foi o bloco que mais produziu resíduos. Os garis da Comlurb recolheram 23 toneladas de lixo. Em segundo lugar ficou o Cordão do Boi Tatá, que deixou 9 toneladas por onde passou.

Para o secretário municipal de Conservação, Carlos Osório, a redução do lixo nas ruas no período de carnaval deve-se ao fato de 3 mil homens da Companhia de Limpeza trabalharem 24 horas por dia. Osório também atribuiu à mudança de postura dos foliões cariocas a diminuição da sujeira nas ruas.

“Tivemos no quesito lixo um bom avanço em relação ao ano passado e isso nos deixa muito motivados. E o carioca cada vez mais compreende que ele pode e deve brincar à vontade, mas não deve esquecer de cuidar da cidade”, disse.

Até domingo (26), o carnaval continua por diversos pontos da capital fluminense. Serão mais de 30 blocos nas ruas. A Secretaria de Conservação informou que serão mantidas a operação de limpeza e a organização empregadas até terça-feira (21).

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados