São Paulo – A campanha criada pela família de José Genoino conseguiu arrecadar ontem, domingo, o suficiente para quitar a multa de R$ 667,5 mil imposta pela Justiça devido à condenação do ex-presidente do PT no processo do mensalão.

Genoino tinha até hoje, dia 20, para pagar o valor, que inicialmente era de R$ 468 mil, mas que foi corrigido com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Uma mensagem no site destinado aos interessados a ajudar o petista confirmou que o valor foi alcançado, mas não informou o total conseguido com as doações.

“Conseguimos o valor necessário (...).Gostaríamos de pedir paciência quanto à divulgação dos valores arrecadados, estamos finalizando toda a apuração financeira necessária e o mais breve possível daremos a informação”, diz a nota assinada pela família de Genoino.

De acordo com a Folha de S. Paulo, até este domingo, o valor arrecadado já ultrapassava R$ 700 mil.

Para o jornal, a defesa de Genoino afirmou que tanto o valor da multa quanto o excedente serão depositados no Fundo Penitenciário Nacional, que é utilizado para construção, reforma e ampliação de prisões.

A campanha foi criada no dia 9 deste mês, pois, segundo a família do petista, ele não teria “patrimônio para arcar com esta despesa”.

Apoiado por militantes e dirigentes do PT, cerca 1.200 pessoas contribuíram para a arrecadação com valores que iam de R$ 10 a R$ 48 mil até a última sexta.

A página diz ter aceitado apenas doações de pessoas físicas, que precisavam encaminhar para o e-mail do site o nome completo, RG, CPF e cópia do comprovante de pagamento. A medida visa manter o controle das doações que, por lei federal, são livres de tributação.

Tópicos: Justiça, Mensalão, Política no Brasil, PT, Partidos políticos