São Paulo – Beneficiários da faixa 1 do Minha Casa Minha Vida inadimplentes há mais de três meses terão os imóveis confiscados pela Caixa Econômica Federal, segundo o Estadão de hoje.

A categoria corresponde a famílias com renda de R$ 1,6 mil por mês e é a que apresenta maior índice de inadimplência entre as faixas do programa.

De janeiro a junho deste ano, o índice foi de 22% - dez vezes superior aos atrasos dos financiamentos imobiliários tradicionais e também bem acima dos demais beneficiários.

Quem está com os pagamentos atrasados já logo após os primeiros dias de vencimento das faturas passou a receber ligações e SMS de cobrança da Caixa.

A mudança de postura acontece por conta do agravamento da crise econômica do país e pelo fato de 95% desses imóveis serem bancados com dinheiro público.

Tópicos: Caixa, Bancos, Empresas, Imóveis, Inadimplência, Minha Casa Minha Vida, Habitação no Brasil