São Paulo - A balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 20,278 bilhões em 2010, o menor resultado do governo Lula. A queda em relação ao ano anterior foi de 19,77%. Os dados divulgados na tarde desta segunda-feira (3) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) são preliminares e poderão ser revistos nos próximo dias.

Impulsionadas principalmente pela alta dos preços das commodities no mercado internacional, as exportações tiveram uma expansão de 31,97% no ano passado em relação a 2009, totalizando o montante histórico de US$ 201,916 bilhões. O recorde anterior (US$ 197,999 bilhões) havia sido registrado em 2008.

No mesmo período, as importações cresceram 42,22%, totalizando US$ 181,638 bilhões. O resultado é recorde e superou a marca registrada em 2008 (US$ 172,984 bilhões) Segundo especialistas, o desempenho robusto da economia brasileira - com destaque para o mercado interno - explica o grande volume de produtos trazidos do exterior.

Para 2011, os analistas do mercado financeiro projetam um superávit bem menor, de US$ 8 bilhões, segundo o boletim Focus do Banco Central. Entre os economistas renomados ouvidos por EXAME.com, as projeções variam de US$ 1 bilhão a US$ 18 bilhões. 

Fonte: MDIC
Em bilhões de dólares  2009 2010 Variação
Exportação 152,995  201,916 31,97%
Importação 127,720 181,638 42,22%
Saldo da Balança 25,275 20,278 -19,77%

Tópicos: Commodities, Comércio exterior, Comércio, Exportações, Importações