As mais perigosas

São Paulo – De acordo com o Conselho Cidadão Para a Segurança Pública e Justiça Penal, uma ONG do México, o Brasil tem nada menos do que 15 cidades entre as 50 mais violentas do mundo. O ranking, porém, leva em consideração apenas cidades que não vivem em situação de guerra nem conflitos internos ou regionais e que tenham mais de 300 mil pessoas.

Os cálculos são feitos com base na taxa de homicídios por 100 mil habitantes. Em alguns casos, são consideradas as regiões metropolitanas e não apenas o município.

Em relação ao ano passado, o Brasil teve uma piora no ranking: além das 14 primeiras colocadas, que já haviam aparecido em 2011, Brasília estreou neste ano e é a 49ª cidade mais violenta do planeta. De 2011 para cá, porém, a maioria das cidades teve uma melhora nas taxas de homicídios, com destaque para Maceió, que reduziu sua taxa de 135,26 para 85,88. Outras seis cidades, porém, tiveram piora nos índices.

A grande maioria das cidades do ranking global se localiza na América Latina. A região é conhecida pelos altos índices de homicídios, com algumas cidades superando os índices de regiões em conflitos atualmente.

No topo da lista mundial, aparece San Pedro Sula, de Honduras, com uma taxa de 169,30 homicídios por 100 mil habitantes.

Clique nas fotos e veja as cidades mais perigosas de acordo com a sua taxa de homicídios por 100 mil habitantes.

Tópicos: Belo Horizonte, Minas Gerais, Cidades brasileiras, Belém, Dados de Brasil, América Latina, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Rankings, Listas, Salvador, São Luís, Violência urbana, Vitória