Aguarde...

Futebol | 12/06/2014 18:47

Abertura da Copa foi quase um papelão, diz jornal argentino

Nem todos ficaram impressionados com a cerimônia de estreia da Copa de 2014

Reuters

abertura da Copa

Abertura da Copa: cerimônia inaugural austera

São Paulo - Ficou com a impressão que a abertura da Copa do Mundo de 2014 foi sem-graça, estranha ou muito rápida? Você não foi o único.

Enquanto a maioria dos veículos destacou o colorido e as belezas naturais da cerimônia, alguns jornais e sites criticaram a apresentação preparada para a estreia do mundial.

A celebração foi “quase um papelão”, cravou o jornal argentino Olé em texto de sua cobertura do torneio.

"A ideia de resumir regiões, estilos e enquadrar o DNA de um país tão grande e diversificado não deu muito resultado", disse o texto. "Por que não apostaram mais forte na música?", questionou.

No jornal La Gazzetta dello Sport, da Itália, a manchete destacava a presença de Jennifer Lopez - e a duração de apenas 25 minutos do show.

Já o Mashable classificou a cerimônia como confusa para os espectadores, ainda que tenha gerado momentos inesperadamente divertidos com as fantasias dos bailarinos.

“E em algum lugar, Vladimir Putin e seu amigo urso gigante de Sochi estão sorridentes, pensando que finalmente perderam o posto de pior cerimônia de abertura de todos os tempos”, afirmou o texto.

Não faltou, como esperado, uma lista do Buzzfeed com os momentos mais “Que P%$#@ É Essa" da festa. Ganharam destaque a falha do globo gigante durante a entrada da cantora Jennifer Lopez, o visual de gosto duvidoso dos bailarinos e a atenção ínfima dada ao exoesqueleto que deu o chute inaugural da competição, um projeto científico do brasileiro Miguel Nicolelis que recebeu pouco destaque eu seu grande momento. 

Sem protestos, Paulista é tomada por torcedores da Copa

Brasileiros e estrangeiros coloriam uma das principais avenidas da cidade no início da tarde desta quinta-feira

Marina Pinhoni/EXAME.com

São Paulo - A Avenida Paulista - tradicional palco de manifestações na cidade de São Paulo - vivia clima de festa no início da tarde desta quinta-feira, pouco antes da abertura da Copa do Mundo 2014.

Segundo a Polícia Militar, sete protestos estavam marcados para hoje, mas nenhum chegou a acontecer. Quem tomou as ruas foram os torcedores brasileiros e estrangeiros, que circulavam com camisetas das seleções, bandeiras e cornetas.

Turistas estrangeiros ouvidos por EXAME.com, que se deslocavam para o jogo entre Brasil e Croácia no Itaquerão, afirmaram que foram bem recebidos pelos brasileiros e não encontraram problemas até agora.

O croata Krsimir Zuric veio do Rio de Janeiro até São Paulo e diz ter ficado impressionado com a qualidade do ônibus que usou durante a viagem. Ele também assistirá a um dos jogos em Manaus.

"Na Europa não temos ônibus executivos como esses. Cheguei ontem e usei também o trasnporte público. Por enquanto não enfrentei esses problemas de que as pessoas estão falando", disse.

Já o australiano Matt Delves diz ter gostado muito da noite paulistana. Ao todo, o gerente assistirá a sete partidas da Copa.

Veja as imagens da capital antes do início do jogo.

Comentários (0)  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados