São Paulo — Em um cenário de recessão e alta dos preços, muitos brasileiros se empolgaram menos nas compras para a Páscoa deste ano. Uma pesquisa divulgada nesta semana pela dunnhumby, especializada em ciência do consumidor, mostrou que quase 60% da população esperava gastar menos nas comemorações deste domingo. 

O costume de comer chocolate, no entanto, certamente não foi abandonado (nem que para isso seja necessário trocar o tradicional ovo de Páscoa por uma caixa de bombom). 

Anualmente, cada brasileiro consome, em média, 2,5 kg desse alimento – o equivalente a 16 barras. O Sul é a região do país onde as pessoas mais comem chocolate (4,5 kg/ano). O Nordeste aparece na outra ponta da lista com um consumo médio anual de 1,2kg. 

Os hábitos também variam dependendo da classe social. Nas mais altas, o consumo é maior no inverno e as versões ao leite e amargo são as favoritas.

Já nas classes mais baixas, o chocolate é lembrado como uma opção de presente em datas comemorativas e a preferência é pela versão branca. As informações são de uma pesquisa do Ibope Inteligência encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab). 

Veja abaixo outros números que mostram a relação do brasileiro com o chocolate. 

Tópicos: Dados de Brasil, América Latina, Chocolate, Comida e bebida, Consumo