No Amazonas, 16 pessoas são presas por crimes eleitorais

Mais de dois milhões de eleitores devem votar hoje nos 62 municípios amazonenses

De acordo com o último boletim do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), 16 pessoas foram presas na manhã de hoje (2) por crimes eleitorais, como boca de urna e compra de votos. Seis prisões ocorreram em Manaus.

Foram apreendidos mais de R$ 200 mil sem origem comprovada. Destes, R$ 143 mil na cidade de Humaitá, R$ 42 mil em Alvarães e R$ 20 mil em Parintins.

Em Tefé, uma embarcação que transportava cerca de 200 pessoas ilegalmente também foi apreendida. Já em Itapiranga foram nove ônibus apreendidos, No município de Tonantins houve atraso no início da votação por falta de energia.

Todos os casos vão ser apurados pela justiça eleitoral.

Dez urnas apresentaram problemas técnicos, três delas na capital.

Mais de dois milhões de eleitores devem votar hoje nos 62 municípios amazonenses. Em Manaus, são cerca de 1,2 milhão, maior colégio eleitoral do estado.