Moro diz que condenação não lhe traz qualquer satisfação pessoal

O ex-presidente foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex do Guarujá

São Paulo – Ao condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex do Guarujá, o juiz federal Sergio Moro afirmou que a sentença não traz qualquer satisfação pessoal.

“É de todo lamentável que um ex-Presidente da República seja condenado criminalmente, mas a causa disso são os crimes por ele praticados e a culpa não é da regular aplicação da lei”, afirmou moro em sua decisão.

Prevalece, enfim, o ditado “não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você”, completou o juiz.