Moradores do Rio acreditam que Olimpíada terá êxito

Pesquisa da Fecomércio-RJ e da FGV aponta que moradores acreditam que a Olimpíada 2016 será bem sucedida

Uma pesquisa feita pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e a Fundação Getulio Vargas Projetos (FGV Projetos)  aponta que moradores da cidade e do estado do Rio de Janeiro acreditam que a Olimpíada, que terá início nao dia 5 de agosto, será bem-sucedida.

Foram ouvidas 2,4 mil pessoas em todo o estado entre os dias 19 de maio e 1° de junho deste ano.

De acordo com a pesquisa, mais de 60% dos entrevistados, na capital e no estado, crêem no êxito do evento esportivo.

Dos que acreditam no sucesso dos jogos, 76% vivem no centro da cidade do Rio, em seguida aparecem os que vivem na zona norte (64%).

No centro da cidade, estão algumas das obras feitas por causa dos jogos, como a revitalização da região portuária, o Porto Maravilha.

Preparados

Para 73% dos consultados no estado e 69% na capital, os segmentos considerados mais bem preparados para a Olimpíada e a Paralimpíada são hotéis, bares, restaurantes e pontos turísticos.

“Em seis anos, mais do que dobrou o número de quartos no Rio de Janeiro, porque era necessário para receber um contingente recorde de visitantes”, disse o gerente de economia da Fecomércio-RJ, Christian Travassos.

Segundo ele, o número de quartos da rede hoteleira carioca passou de 19 mil, em 2010, para 43 mil, este ano.

Preocupações

O item transporte público teve a avaliação mais baixa: 58% disseram que a rede de transportes da cidade não está preparada. Uma das obras para melhorar os deslocamento da população durante os jogos é o veículo leve sobre trilhos (VLT).

Durante os Jogos Olímpicos, o VLT circulará das 6h às 24h, da região da Rodoviária Novo Rio, passando pela Praça Mauá e chegando ao Aeroporto Santos Dumont.

A questão da segurança e do combate à violência foi indicada como principal desafio que o Rio de Janeiro vai enfrentar na Olimpíada por 44% dos fluminenses e 52% dos cariocas. 

Legado

Metade dos entrevistados disse ser a favor da realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, sendo 51% no estado e 49% no município do Rio de Janeiro.

A maioria dos entrevistados (no estado) que respondeu ser favorável é homem, de 16 a 24 anos, formação superior e renda acima de dez salários mínimos. O perfil é o mesmo para os moradores da cidade do Rio.

“É uma oportunidade única de a gente fazer bonito e gerar uma imagem positiva da cidade no mundo e atrair mais turistas nos próximos anos”, disse Travassos.