Ministro diz que tragédia de Mariana foi um acidente

Para o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, a Samarco deve ser punida, mas não fechada

São Paulo – O rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG), em 2015, foi “um acidente”, e a punição da companhia não deve prever seu fechamento, afirmou nesta quinta-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

“O que ocorreu em Mariana foi um acidente. Podem ter ocorrido erros, mas foi um acidente. Precisamos punir a Samarco, mas não fechá-la”, destacou o ministro, durante evento em São Paulo.

Ele acrescentou que desde então foram tomadas medidas, como a criação da Agência Nacional de Mineração e inspeções recorrentes em barragens, para se evitar novos problemas.