MG reduz alíquota de ICMS para indústrias calçadistas

A medida, que entrará em vigor em setembro, foi anunciada nesta terça-feira, 11, pelo governador Fernando Pimentel (PT) na abertura da Fenova

Belo Horizonte – O governo de Minas Gerais reduzirá de 3% para 2% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para as indústrias do Arranjo Produtivo Local (APL) de Calçado de Nova Serrana, no centro-oeste do Estado.

A medida, que entrará em vigor em setembro, foi anunciada nesta terça-feira, 11, pelo governador Fernando Pimentel (PT) na abertura da 16ª edição da Feira de Calçados de Nova Serrana (Fenova).

As cerca de 1,2 mil fábricas das 12 cidades do polo (Araújos, Bom Despacho, Conceição do Pará, Divinópolis, Igaratinga, Leandro Ferreira, Nova Serrana, Onça do Pitangui, Pará de Minas, Perdigão, Pitangui e São Gonçalo do Pará) se beneficiarão da redução do tributo. Segundo o governo, em 2014, apenas Nova Serrana gerou R$ 73 milhões em ICMS.

Na região, são produzidos cerca de 105 milhões de pares de sapatos femininos, masculinos e infantis por ano, gerando 40 mil empregos diretos e indiretos.

É o terceiro polo calçadista do País e sedia uma das maiores feiras do segmento. Na 16ª edição da Fenova há a expectativa de que os negócios realizados movimentem cerca de R$ 35 milhões e atraiam 5 mil visitantes.